fbpx

A Abrasel está à frente de várias iniciativas e negociações para ajudar a suportar o mercado de bares e restaurantes nesse momento crítico, causado pelo novo coronavírus. O foco dela agora é garantir a sobrevivência dos bares e restaurantes, importante setor da nossa economia e que emprega milhões de brasileiros.

Se você ainda não conhece, a ABRASEL – Associação Brasileira de Bares e Restaurantes – é uma organização de cunho associativo empresarial que tem como missão representar e desenvolver o setor de alimentação fora do lar (AFL), facilitando o empreendedor e melhorando a qualidade de vida no País. A Abrasel é uma das principais entidades que defende os interesses do setor de bares e restaurantes no Brasil. Nesse momento de coronavírus, a Abrasel tem como objetivo principal apoiar bares e restaurantes, buscando por medidas e incentivos que minimizem as perdas no setor.

A maior parcela desse mercado de bares e restaurantes no Brasil é composta por pequenas e médias empresas. Esse grupo é dependente de um faturamento mês a mês para conseguir honrar com seus compromissos, como: impostos, colaboradores, fornecedores, etc. Com custos fixos altos e sem entrada de caixa, a maioria dessas empresas correm risco de ir à falência, porque não dispõem de uma reserva de caixa ou de capital para se manter até a crise terminar.

A preocupação vai além de olhar para os donos de bares e restaurantes. Sem nenhuma medida para conter a crise, estima-se que 6 milhões de trabalhadores do setor podem perder seus empregos. Os fornecedores são outra grande preocupação, já que, com a queda de movimento, serão impactados pela baixa demanda de produtos. Os agentes envolvidos e prejudicados são vários, o que retrata a urgência de se fazer algo para evitar um colapso no setor. 

A Abrasel, honrando com o seu papel, tem sido pioneira na busca por ações que ajudem a suportar o segmento nesse cenário. Ela está à frente das negociações com governos, nas diversas instâncias, e com grandes nomes do mercado, como os serviços de entrega por aplicativo. Se você é dono de bar ou restaurante, acompanhar o site da Abrasel deve fazer parte das suas atividades regulares. Dessa forma, você consegue se manter informado nesse momento de mudanças frequentes e incertezas, como o que estamos passando.

Através das notícias do site da Abrasel, você saberá que benefícios você tem ou terá acesso nesse momento e o que pode ou não fazer como empresário e cidadão. Se você perdeu as últimas notícias ou quer saber ainda mais o que a Abrasel já fez para bares e restaurantes até aqui, trouxemos tudo de forma bem simples para você se atualizar. 

ABRASEL-2
A ABRASEL também está em negociações com grandes empresas de delivery.

1. Negociações com aplicativos de entrega:

A tendência é que o serviço de entrega ocupe a maior parcela do faturamento dos bares e restaurantes. Hoje o mercado é dominado por grandes marcas, como iFood e UberEats. Assim, negociar taxas, prazos e outros medidas é essencial para minimizar os impactos em toda a cadeia nacional. Com essas grandes empresas, a Abrasel já obteve algumas conquistas:

Acordo com o iFood

Essa era uma das negociações mais esperadas, visto que o aplicativo de entregas iFood é líder em vendas no setor. A plataforma, assim como as outras, cobra uma taxa sobre os pedidos feitos pelo aplicativo. Com esse acordo, a Abrasel espera injetar cerca de 600 milhões de reais, em capital de giro, na economia. Esse valor é referente a antecipação dos pagamentos de compras feitas no aplicativo.

O prazo do repasse do pagamento era de 28 dias em média. Com o acordo, o novo prazo é de uma semana. Outras medidas foram conquistadas, como:

– Fundo de 50 milhões para reembolsar despesas com as taxas, destinada a bares e restaurantes “independentes”, que não fazem parte de grandes redes.

– Estímulo ao to go, em que o cliente vai até o local apenas para retirar o pedido, nesse caso, sem taxas.

Leia a notícia na íntegra aqui. 

UberEats

“Ouvimos de entidades do setor, como Abrasel e Sebrae, além dos nossos próprios parceiros, que os restaurantes estão preocupados com o que a crise da saúde acarretará nas vendas, seu impacto no fluxo de caixa e sua capacidade de pagar fornecedores e funcionários”, afirmou Fábio Plein, diretor geral do Uber Eats no Brasil.

As medidas anunciadas pela UberEats foram:

– Gratuidade de taxas para pedidos feitos em pequenos e médios restaurantes;

– Repasse diário dos pagamentos, antes era semanalmente;

– Isenção da taxa para pedidos retirados no local;

– Intensificar o marketing, através do aplicativo e e-mail marketing, dos pequenos e médios e restaurantes.

A 99Food também anunciou medidas, como a distribuição de kits de segurança e higiene para os entregadores, embalagens especiais para transporte dos pedidos, dentre outras. Você pode ler mais sobre isso clicando aqui

ABRASEL-1
A ABRASEL também está em negociações com grandes empresas de delivery.

2. Cursos e ebook grátis.

Oferecer conteúdos e informações que possam ajudar os donos de bares e restaurantes é outra preocupação da Abrasel que, desde o início da epidemia, oferece ebooks com dicas de higiene e, recentemente, uma série de cursos grátis. Veja o que a Abrasel já fez nesse sentido:

Ebook de boas práticas

No dia 26 de fevereiro foi anunciado pelo MInistério da Saúde o primeiro caso de pessoa infectada com o coronavírus no Brasil. No dia 04 de março já estava disponível no site da Abrasel um e-book para ajudá-lo a lidar com o coronavírus. 

O guia é voltado para bares e restaurantes e contém boas práticas de limpeza e higiene para prevenir a transmissão. Neste momento, é importante que toda a sua equipe já esteja bem informada e orientada para segui-las. Se você ainda não viu esse material, pode baixá-lo clicando aqui.

Ebook higiene no delivery

No dia 19 de março, a Abrasel lançou mais um ebook, mais completo, agora direcionado para o delivery, com boas práticas para o estabelecimento e o entregador cumprirem. 

Isso veio com a intenção de manter uma preocupação dobrada para garantir a segurança, principalmente, dos entregadores, que estão mais expostos por estarem nas ruas em contato com os clientes. Você pode baixar esse ebook clicando aqui.

Cursos grátis

Uma série de cursos grátis foram lançados em parceria com a Sebrae, importante entidade que também está à frente de medidas para ajudar os pequenos e médios empreendedores.

Juntas lançaram 30 cursos online e gratuitos para donos e colaboradores de bares e restaurantes. Dentre os cursos, o de segurança alimentar e gestão de delivery são perfeitos para o momento de combate ao coronavírus. 

Os diversos cursos são para ajudar na gestão de bares e restaurantes, neste momento em que estão de portas fechadas e com mais tempo livre. O desenvolvimento das técnicas de gestão é importante agora e depois da epidemia, para recuperar mais rapidamente o caixa do seu restaurante.

Veja todos os cursos disponíveis aqui.

ABRASEL-3
Outra preocupação da ABRASEL é oferecer cursos e ebooks gratuitos aos donos de restaurantes.

3. Fornecedores

A Abrasel também tem iniciativa de negociar com grandes fornecedores, como os de bebidas, para prolongar os prazos de pagamentos e condições especiais para esse momento.

A entidade incentiva que os proprietários de bares e restaurantes também negociem condições melhores com os fornecedores locais. O momento pede colaboração de todos, para que o impacto seja o menor possível para os envolvidos, por isso todos devem flexibilizar em algum ponto. 

Incentiva-se também a negociação com empresas de máquinas de cartão e outras formas de pagamento para diminuírem as taxas e acelerar o repasse dos pagamentos

4. O foco principal

Todas essas ações conquistadas pela Abrasel são um grande passo para impactar menos o mercado de bares e restaurantes, mas essas medidas ainda são pequenas diante do problema que enfrentamos. O posicionamento da Abrasel e seu maior apelo é por medidas do governo para ajudar no pagamento dos colaboradores neste momento e por corte de impostos. 

Com estimativa de queda do movimento de 30% a 70% em algumas cidades, a grande preocupação é com os que podem ficar sem emprego ou salário. Tomando frente dessa questão e com um olhar especial para os donos de restaurantes que não tem como arcar com esse custo no momento, a entidade pede que o governo seja responsável por arcar com essas despesas. Assim, pode-se garantir a renda de milhões de brasileiros e aumentar o giro de capital na economia, até que a situação se estabilize.

Outra demanda da Abrasel frente ao governo é o corte de impostos nesse período, podendo ser calculado e inserido em outras parcelas após a crise. O ideal é que esses impostos não sejam cobrados posteriormente, para que o mercado se recupere mais rapidamente. Algumas medidas para reduzir o impacto já foram anunciadas pelo governo e divulgadas no site da Abrasel, tais como:

– Manutenção de empregos e redução de impacto nas empresas (R$ 59,4 bilhões);

– Diferimento do prazo de pagamento do FGTS por 3 meses – impacto de R$30 bilhões;

– Diferimento da parte da União no Simples Nacional por 3 meses – estimativa de R$ 22,2 bilhões;

– Crédito do PROGER / FAT para Micro e Pequenas Empresas – projeção de R$ 5 bilhões; 

– Redução de 50% nas contribuições do Sistema S por 3 meses – impacto de R$2,2 bilhões; 

– Simplificação das exigências para contratação de crédito e dispensa de documentação (CND) para renegociação de crédito;

– Facilitar o desembaraço de insumos e matérias-primas industriais importadas antes do desembarque. 

O INSS vai pagar os 15 primeiros dias de afastamento do empregado com Covid-19 (hoje quem paga os 15 primeiros dias é a empresa). Saiba mais

O BNDES também anunciou medidas para mitigar os efeitos da pandemia, acompanhe:

– Transferência de recursos do Fundo PIS-PASEP para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), no valor de R$ 20 bilhões;

– Suspensão temporária de pagamentos de parcelas de financiamentos diretos para empresas no valor de R$ 19 bilhões;

– Suspensão temporária de pagamentos de parcelas de financiamentos indiretos para empresas no valor de R$ 11 bilhões;

– Ampliação do crédito para micro, pequenas e médias empresas (MPMEs), por meio dos bancos parceiros, no valor de R$ 5 bilhões.

 A maior conquista veio recentemente, referente a ajuda do governo no pagamento dos salários de funcionários de bares e restaurantes. Após muita pressão e negociação por parte da Abrasel, criação do site https://www.contadordedesemprego.com.br/ e muita divulgação nas redes sociais, o governo respondeu e criou no dia 26 de Março a Medida Provisória que libera 36 bilhões de reais do Fundo de Amparo ao Trabalhador para pagamento de salários. A medida foi aprovada pelo Supremo Tribunal Federal no dia 29 de Março e deve ser encaminhada para o congresso nos próximos dias para aprovação.
Confira a notícia na íntegra aqui.

Além disso a entidade está conduzindo uma pesquisa nacional sobre a crise do coronavírus para subsidiar as autoridades e a sociedade na tomada de decisões. Dono de bar ou restaurante, responda agora, não leva mais que 5 minutos. Para participar, clique aqui.

A entidade está otimista com suas conquistas e acredita que novas medidas serão anunciadas em breve pelo governo para superar a crise.

A Abrasel ainda discute outras medidas, como um sistema de horário de almoço escalonado entre as empresas. Seriam 3 horários diferentes, o que evita uma aglomeração de pessoas no restaurante. Assim, mesmo com número de mesas menores, devido às restrições, o restaurante terá condições de atender o que atendia antes. 

Não deixe de se manter atualizado, siga o nosso blog e fique por dentro de tudo o que está acontecendo com os bares e restaurantes diante dessa crise do coronavírus. 

Delivery do Bem

O Delivery do Bem é uma iniciativa que visa diminuir o custo que os bares e restaurantes tem com o delivery e aumentar a margem de lucro deles nesse momento difícil.

Por fim, aproveite o momento para tirar lições valiosas. É nestas horas que vemos a importância de manter um fundo de caixa para momentos de crise.

Mesmo sem sabermos exatamente quais serão os próximos passos, é questão de tempo até tudo voltar ao normal pelo que vimos nos outros países. Se você não se planejar agora, terá muito mais prejuízo para correr atrás depois. Portanto, proteja-se e siga nossas dicas.

Não deixe de seguir o nosso blog para ficar por dentro de outras sugestões como essas, para ajudar você, dono de bar e restaurante.

Juntos, vamos vencer esta crise!

Artigos relacionados

Feito com ❤️ em Florianópolis
© 2020 Zygo Tecnologia.